quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Ana Letícia completa seis anos

Era uma vez uma princesa que fazia aniversário......sua festa foi um conto de fadas, organizada com cinco meses de antecedência...
                            A princesa estava muito feliz com cada detalhe da festa...
       ...a começar pelos docinhos e cup cakes, que remetiam aos reinos mais encantados...
...onde existem castelos com  princesas e unicórnios...
... mas o dia era da princesa Lelê...
... que tinha uma queda por cupcakes....
                                      ...A princesa recebeu a visita de sua sósia....
...e de outros amigos.....
...  criados por Marina Fiuza...
...compondo uma mesa lúdica...
... e de bom gosto.
O ponto alto da festa foi o parabéns...
... e Ana recebendo muitos beijos dos pais...
                       Seis anos só se faz uma vez, então, vamos comemorar como se deve!
Essa foi a última vez que o bolo foi visto "vivo"!
Lelê docora o bolo antes que...
... o parabéns comece!!!!
Faça um pedido e assopre as velinhas com força Lelê, assim todos os seus desejos se realizarão!!
Tudo de bom nessa vida, é o que deseja a sua "tia Fern"....
Parabéns princesa!!!!!!!!





segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Arroz

Custo de produção cresce no Estado
As lavouras de arroz da fronteira oeste são todas consideradas de alta produtividade em relação às lavouras do resto do mundo, nos quesitos tecnologia e produção. Entretanto, apesar deste panorama aparentemente positivo, o segmento ainda esbarra em obstáculos que vão além da questão climática. Os desafios enfrentados pelo setor agrícola têm como efeito imediato o aumento nos custos de produção.
 Para os produtores rurais de Rosário do Sul, Moacir e Francisco Dalmolin, que possuem 1.800 hectares de lavouras de arroz, o principal empecilho é governamental. Eles apontam a falta de uma política agrícola que represente os interesses do homem do campo, principalmente no que se refere ao valor do produto, o que, na opinião deles, configura a pior crise do setor em toda a história.
- Quando compramos adubos e insumos costumamos perguntar quanto eles querem pelo produto. Mas na hora que vamos vender, perguntamos quanto eles podem nos pagar - explica Francisco Dalmolin.
O produtor reclama dos preços, que segundo ele estão altos em virtude dos impostos. Francisco lembra que há dez anos vendia o arroz a R$ 40,00 o saco, enquanto que o adubo era comercializado por cerca de R$ 380,00 a tonelada e o litro do óleo diesel custava R$ 0,80.
- Hoje vendemos o saco de arroz a R$ 25,00, pagamos quase R$ 2,00 pelo litro de óleo e R$ 800,00 pela tonelada de adubo. São esses fatores que acabam reduzindo, e muito, o nosso ganho - compara.
De acordo com um levantamento feito pelo Irga, os custos de produção do saco de arroz para a safra 2010/2011 aumentaram. Em outubro de 2009, na época do plantio, o custo de 50 quilos era de R$ 27,66, e em julho deste ano, o valor é de R$ 29,01. A alta nos preços de adubos, despesas com irrigação e a redução da média de produtividade nos últimos três anos (de 141 sacos por hectare em outubro para 139 sacos) também impactaram o custo da produção. O custo para a produção de um hectare de arroz passou de R$ 3.917,56 em outubro do ano passado para R$ 4.032,41 em julho.
Conforme a corretora de arroz Fátima Risso os produtores de arroz estão sobrevivendo devido ao prolongamento das dívidas e de recursos financeiros prorrogados.
- É mais barato importar arroz do que produzi-lo no país - analisa Fátima.
O preço do arroz atualmente gira em torno de R$ 26,00 o saco. O valor do produto na próxima colheita irá depender de fatores como clima e políticas do governo. Até uma quebra no mercado asiático pode influenciar no preço aqui, já que a entressafra no Oriente coincide com a época da colheita gaúcha, problema já enfrentado há dois anos.

Produção em Rosário do Sul
Cerca de 15 mil hectares foram plantados na safra 2009/2010 em Rosário do Sul. Para 2010/2011, a expectativa de plantio é de toda a área do município, o que aproxima-se de 21 mil hectares. As variedades mais plantadas são os mutagênicos, o Irga 424 e 417 e o Epagre 115, todas com alta produtividade.


sábado, 18 de setembro de 2010

Mário na Dona Carolina

   O estudante de Administração Mário Rezende Huezo passou pela Confeitaria Dona Carolina na última sexta-feira, dia 18 de setembro, para dar uma palinha, acompanhado de seu violão. Acabou dando um show!!
Mário tem uma banda com seus amigos Denis Oliveira (guitarra), Jhonatan Machado (guitarra), Rafael Levy (bateria) e Renan Spencer (baixo). A banda Dunhas realiza um show anual conhecido como Mário Casa Show, todo dia 30 de dezembro, em frente à escola Plácido de Castro, e neste ano realizará a terceira edição consecutiva.
Alguns vídeos de suas apresentações podem ser vistos na web. Neste link, Mário canta Valerie, sucesso interpretado por ninguém menos que Amy Winehouse... Parabéns Mário, muito sucesso!!!

domingo, 12 de setembro de 2010

Faz do teu alimento o teu medicamento...

A frase acima é de Hipócrates, o filósofo grego que viveu de 460 a 377 a. C., e que até hoje é considerado por muitos, o "pai da medicina".
Hipócrates já sabia que muitos alimentos tem o poder de previnir doenças e muitas vezes até curá-las, devido a grande concentração de nutrientes e propriedades antioxidantes.
Na prática, equivale a dizer que ao escolher bem determinados alimentos que compõem nossa dieta, estamos optado por uma alimentação rica em elementos que previnem certas doenças, como diabetes, obesidade, hipertensão e até mesmo, o câncer.
Alguns alimentos possuem substâncias anticancerígenas, como a alicina: é o caso da cebolinha, do alho e do alho-poró. Outros como morango, groselha, framboesa e principalmente mirtilo, são ricos em ácido elágico e anthocyanosides. Já o brócolis, couve-flor, repolho, couve de Bruxelas, bok choy e couve possuem uma elevada quantidade de substâncias como isotiocianatos, que também ajudam na prevenção do câncer.
O tomate, por sua vez, é rico em vitaminas (ácido fólico, vitaminas C e E), minerais (potássio), carotenóides (beta-caroteno e licopeno) e flavonóides, que ajudam na prevenção de diversos tipos de males, como coloretal, câncer de mama e de ovário.
São muitos os benefícios que alguns alimentos trazem, comprovadamente, à nossa saúde. Vale a pena buscá-los nas prateleiras dos supermercados e, assim, investir na prevenção de algumas doenças.
Uma dieta balanceada aliada a hábitos de vida saudáveis e exercícios físicos é, sem dúvida, o caminho para a saúde do corpo. Hipócrates estava certo...  










sábado, 11 de setembro de 2010

Danrlei em Rosário

O ídolo gremista Danrlei passou por Rosário do Sul na semana passada, distribuiu autógrafos, fez fotos com fãs e degustou petiscos na Choperia Dona Carolina, como sempre muito carismático...

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Café, de vilão a herói

O café foi o primeiro grão a ser comercializado no Brasil, com sucesso, para o resto do mundo. Produzido em grande escala, principalmente no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, o café se fez presente na história e na formação social, política e econômica do Brasil. Graças ao café, o país modernizou-se, com a construção de estradas, ferrovias, portos, bancos, além da chegada de imigrantes vindos da Europa.
A história do café passou por uma fase bastante negativa, houve épocas em que o café era considerado um vilão, tendo seu consumo muitas vezes associado a problemas de pressão, cardíacos e, muito comumente, à insônia, por ser comprovadamente, um estimulante.
Entretanto, graças a pesquisas científicas, essa realidade mudou. Hoje o café é sabidamente uma bebida saudável, graças a seus diversos componentes benéficos para a saúde, tais como sais minerais, aminoácidos, lipídios, vitamina PP e polifenóis antioxidantes, além alguns ácidos clorogênicos. Em outras palavras, seria o mesmo que dizer que o café é um aliado na prevenção de certas doenças, tais como: diabetes, câncer, crises de asma, depressão, além de contribuir para o controle da obesidade.
Vale ressaltar que o café, por ser uma bebida estimulante, deve ser preferencialmente consumido durante o dia, já que ele ajuda nas atividades corriqueiras, além de contribuir para um bom convívio social, estimulando a conversa e a troca de idéias. Por este motivo o café sempre foi considerado a bebida dos intelectuais e dos artistas.
Café nos dias de hoje: uma xícara de prazer, bom humor e saúde
O café é a bebida mais apreciada no mundo todo e hoje pode ser encontrado em praticamente todas as esquinas. Entretanto, vale ressaltar que poucos lugares possuem um café de boa qualidade, o que para os apreciadores, faz toda a diferença.
O café é apreciado em qualquer época do ano, e cada vez mais ele se torna um bom pretexto para encontrar os amigos em uma happy hour.
Um bom café ou capuccino estimulam o bom humor, e a criatividade, graças aos ácidos clorogênicos, que após a torra, formam substâncias que atuam diretamente contra o mau-humor, alterando as endorfinas do cérebro e aumentando aquela sensação gostosa de bem-estar. Isso faz toda a diferença em tempos de stress continuo, ao qual todos somos submetidos pelas pressões e cobranças do dia-a-dia.Acredite: café faz bem à saúde!
Está comprovado cientificamente: o café ajuda a evitar a depressão, principal causa de suicídios, alcoolismo e abuso de drogas. O hábito de tomar café faz muito pela saúde de todos nós, então, que tal um cafezinho???

Formatura

Nívea Souto Vargas formou-se em Serviço Social e comemorou a data, em grande estilo, ao lado da família, em Luís Eduardo Magalhães, na Bahia. Parabéns Nívea pela conquista e muito sucesso!!